Música e seus benefícios para o desenvolvimento infantil

Música e seus benefícios para o desenvolvimento infantil

Quais os benefícios da música no desenvolvimento infantil?

Não é de hoje que a música é apontada como uma das áreas de conhecimento que mais impulsionam o desenvolvimento infantil.

A conexão estabelecida entre as pessoas e os sons se inicia antes mesmo do nascimento. A formação das estruturas auditivas no bebê acontece logo nos primeiros meses de gestação, quando ele tem contato com a sua primeira referência de ritmo musical: o batimento cardíaco materno.

A linguagem musical promove a integração entre corpo e mente, a sensibilidade e razão, a técnica e a criatividade.  A soma de tais fatores colabora para a comunicação, expressão e consciência corporal, socialização e segurança emocional.

Desenvolvimento cognitivo

Na primeira infância, a criança constrói um repertório de sons sem sentido semântico, o balbucio, que funciona como ponte entre escuta e fala. Conforme os estímulos aos quais a criança é exposta, o balbucio pode assumir significado musical intencional.

Nessas trocas musicais entre balbucio, som, música e palavra são criados vínculos afetivos entre criança e música, outras crianças e todos que estão ali envolvidos. A etapa da alfabetização pode ser estimulada com canções infantis, principalmente naquelas em que as sílabas são rimadas e repetitivas, pois ajudam a criança a entender o significado de cada palavra.

Podemos “conversar musicalmente” com uma criança de diversas formas: cantando, tocando instrumentos, ouvindo músicas com ela… O importante é que, ao longo do tempo, essa escuta vá se dando de maneira consciente, o que chamamos de escuta ativa.

Aumenta o poder de concentração e memória

A música é o resultado de uma interpretação cerebral, dessa forma, quanto mais rica for em harmonia (diversidade de sons — agudos, médios e graves), timbres e ritmos, mais estimulado será o cérebro de quem a ouve.

Por isso aumenta a concentração, memória, estimula o raciocínio lógico e potencializa o ritmo de aprendizado de idiomas.

Portanto, ampliar o repertório das crianças, expondo-as a canções com estilos, origens e instrumentos diferentes, é uma excelente forma de exercitar seu campo cerebral.

Expressão e consciência corporal

A criança aprende a coordenar seus movimentos em função dos diferentes ritmos, o que desenvolve sua coordenação motora.

Ela aprende o gestual que envolve tocar um instrumento, traduz movimentos rítmicos através do corpo, pesquisa, constrói e descobre novos timbres e instrumentos, inventa e imita motivos melódicos e ouve com prazer a música.

A relação com a música é uma mistura de exercício físico e brincadeira; permitem às crianças explorar universos e temas variados, que fazem a interpretação do mundo por meio da fantasia.

É na informalidade do brincar que reside a relação afetiva entre a criança e a música.

Socialização e segurança emocional

Incorporar a música à realidade das crianças permite  confortar, despertar afetividade e estreitar laços de confiança com os pais e familiares.

As atividades que envolvem música facilitam o processo de socialização da criança, podendo resolver conflitos de relacionamento, incentivar o espírito de cooperação e a empatia entre os colegas.

A música auxilia também a vencer barreiras como indisciplina, timidez, insegurança, aumentando a fluidez na expressão das emoções, vontades e auxiliando na formação da personalidade.

Pais e professores podem usar a música nas mais diversas situações como forma de comunicar às crianças que é hora de ouvir uma história, tomar banho, pedir desculpas a um colega, fazer uma atividade artística ou dormir e com isso fixar aprendizados de maneira leve, lúdica e espontânea, conduzindo a energia e o humor da criança conforme o que cada momento pede.

Aplicar a música no desenvolvimento da criança melhorar sua qualidade de vida; educa sua sensibilidade para a vida, para a contemplação da beleza e a capacidade de viver em comunidade.

As crianças terão contato com muitos tipos de músicas através da internet, espaços públicos e demais convívios sociais. Por que não tentar possibilitar uma apreciação musical realmente diversificada e rica em casa e na escola? Pense nisso! 🙂

casaraofloresta
casaraofloresta@casaraofloresta.com.br
Nenhum Comentário

Publicar um comentário